BUSQUEMOS SEMPRE A PAZ , INCESSANTEMENTE, ININTERRUPTAMENTE!...

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

MSF INAUGURA CENTRO DE TRATAMENTO DA CÓLERA NO SUDÃO DO SUL


Em colaboração com autoridades nacionais de saúde, a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) inaugurou um centro de tratamento de cólera (CTC) em Juba, em resposta a um surto declarado pelo Ministério da Saúde no dia 23 de junho.
A instalação de 800 metros quadrados está localizada no bairro de Muniki, Bloco A, e foi projetada para ter a capacidade passível de ampliação para até 150 leitos, se for preciso. Até 7 de julho, autoridades locais e a Organização Mundial da Saúde (OMS) haviam reportado 710 casos e 33 mortes na capital sul-sudanesa.
“Os moradores com suspeita de cólera podem receber tratamento médico gratuito e altamente qualificado nessa instalação”, diz Paul Critchley, coordenador-geral de MSF no Sudão do Sul. “Este é um centro de tratamento moderno, construído com base em padrões elevados, em coordenação com o Ministério da Saúde, que lidera a Força-tarefa de Cólera. O centro está oferecendo serviço médico urgentemente necessário para a comunidade.”
A cólera é uma bactéria transmitida pela água que causa diarreia profunda, vômitos e rápida desidratação. Ela é tratada substituindo os fluidos e eletrólitos dos pacientes, por meio de solução de reidratação que pode ser administrada por via venosa ou oral, para o caso de os pacientes conseguirem engolir. O tratamento de cólera oferecido no CTC de MSF reduz significativamente o risco de morte pela doença.
“Os sintomas da cólera são diarreia e vômitos intensos”, diz Stephanie Mayronne, coordenadora médica de emergência de MSF. “As pessoas da comunidade que apresentam esses sintomas devem procurar tratamento para uma possível infecção por cólera o mais rápido possível, assim que os sintomas aparecem.”
- See more at:Em colaboração com autoridades nacionais de saúde, a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) inaugurou um centro de tratamento de cólera (CTC) em Juba, em resposta a um surto declarado pelo Ministério da Saúde no dia 23 de junho.
A instalação de 800 metros quadrados está localizada no bairro de Muniki, Bloco A, e foi projetada para ter a capacidade passível de ampliação para até 150 leitos, se for preciso. Até 7 de julho, autoridades locais e a Organização Mundial da Saúde (OMS) haviam reportado 710 casos e 33 mortes na capital sul-sudanesa.
“Os moradores com suspeita de cólera podem receber tratamento médico gratuito e altamente qualificado nessa instalação”, diz Paul Critchley, coordenador-geral de MSF no Sudão do Sul. “Este é um centro de tratamento moderno, construído com base em padrões elevados, em coordenação com o Ministério da Saúde, que lidera a Força-tarefa de Cólera. O centro está oferecendo serviço médico urgentemente necessário para a comunidade.”
A cólera é uma bactéria transmitida pela água que causa diarreia profunda, vômitos e rápida desidratação. Ela é tratada substituindo os fluidos e eletrólitos dos pacientes, por meio de solução de reidratação que pode ser administrada por via venosa ou oral, para o caso de os pacientes conseguirem engolir. O tratamento de cólera oferecido no CTC de MSF reduz significativamente o risco de morte pela doença.
“Os sintomas da cólera são diarreia e vômitos intensos”, diz Stephanie Mayronne, coordenadora médica de emergência de MSF. “As pessoas da comunidade que apresentam esses sintomas devem procurar tratamento para uma possível infecção por cólera o mais rápido possível, assim que os sintomas aparecem.”